Boas...

Este fórum destina-se a todos os amantes de plantas carnívoras.

O nosso objectivo é criar uma comunidade com o mesmo gosto especial por estas plantas maravilhosas. Por favor divulgue o nosso forum para a comunidade crescer e podermos aprender cada vez mais uns com os outros.

Agora entre nela e venha falar deste tema tão interessante.

Os meus cumprimentos...

    IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Compartilhe
    avatar
    Nélio
    Especialista em Sarracenia
    Especialista em Sarracenia

    Espécie favorita : Sarracenia leucophylla
    Mensagens : 932
    Data de inscrição : 08/08/2009
    Idade : 51
    Localização : Funchal

    IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por Nélio em Qui Fev 04, 2010 4:44 pm

    COSTÊLO- DIONAEA MUSCIPULA

    O COSTÊLO
    É a forma mais espectacular e visível de todos os tipos de armadilhas de plantas carnívoras, mas que ocorre apenas nos géneros Dionaea-(terrestre) e Aldrovanda (aquática)

    Na Dionaea muscipula, a pigmentação de côr cárnea da face superior dos lóbos do limbo e a presença de glândulas nectaríferas junto à nervura, constitui uma dupla atracção para os insectos.
    Na face superior ou interna de cada lóbo encontram-se 3 a 6 pêlos sensitivos, que desencadeiam o mecanismo de fecho da armadilha.
    O insecto ao tocar, pelo menos uma vez, num ou mais destes pêlos sensitivos, vai determinar a sua própria captura, pois segundo investigações científicas estes pêlos têm a capacidade de transmitir informações à planta ácerca da presa, como peso, tamanho e género de presa. A velocidade de enclausuramento da armadilha varia de presa para presa fazendo os dois lóbos fecharem-se subitamente, entrecruzando os espigoões o que reduz a possibilidade do insecto escapar. Este ao debater-se nesta prisão, faz com que os lóbos ainda se apróximem mais ensanduichando a presa ao mesmo tempo que se acelera a secreção das enzimas digestivas, produzidas por tricomas especializados da epiderme, no interior da armadilha.
    Os tecidos vivos acabam por se liquidifazer, ficando as substâncias assimiláveis prontas para serem absorvidas por outras células especializadas da epiderme.
    Dias depois, a armadilha da Dionaea reabre, deixando à vista apenas o invólucro quitinoso da presa, ou exoesqueleto.


    COSTÊLO-ALDROVANDA

    Quanto à armadilha da Aldrovanda, é também constituida por 2 lóbos ligados por uma nervura central.
    Cada lóbo tem apróximadamente 4 a 6 mm de comprimento e de 3 a 5 mm de largura.
    O lóbo de cada armadilha é constituido por duas zonas concêntricas mais ou menos do mesmo tamanho, demarcadas por uma divisória formada por dentes aguçados.
    A região mais próxima da nervura central- mídrido é constituida por uma camada epidérmica mais espessa que ostenta de 30 a 40 pêlos finos de 0,5 a 1,5 mm de comprimento. Esta, é a cãmera da digestão. A parte exterior é mais delicada e membranosa e na margem desta podemos encontrar 60 a 80 dentes finos e curvados, tão pequenos que até mesmo com uma lupa temos dificuldade em os vêr.
    As presas mais comuns destas plantas são alevins, zooplancton, Dafnias e larvas de mosquito etc.
    Cada armadilha está ligada e amparada na base de um conjunto de seis cerdas longas e finas de aspecto rústico e áspero, que fazem de ápice da folha. Embora não haja certerza da sua função em relação á armadilha, pois parecem estar relacionadas com o processo de amortização da pressão exercida pela armadilha no momento em que esta se fecha para aprisionar a vítima, evitando desta maneira que a armadilha sáia fora de água0. Também pode ter a função de facilitar o nascimento das algas que posteriormente irão alimentar e fixar perto da armadilha o zooplancton, que depois servirá para seu alimento.
    Quando a armadilha é visitada pela vítima de tamanho ideal, esta fecha-se com uma velocidade de um quarto de segundo. Caso a vítima se evade, a armadilha só se volta a abrir após um periodo de 10 a 20 horas.
    Conclúo, com pena de pouco ainda sabermos sobre esta planta, esperando que novas luzes surjam para desvendar os mistérios da Aldrovanda.


    MUCILAGEM-DROSERAS, PINGUICULAS, DROSOPHYLLUM, BYBLIS, TRYPHYOPHYLLUM

    Neste tipo de armadilhas as folhas são cobertas por pêlos (tricomas), que estão em geral dispostos por 3 tamanhos e funções diferentes em cujo ápice se encontra uma gota brilante e viscosa (mucilagem), cujos ingredientes principais são a água, frutose e sílica.
    A cor avermelhada das glândulas de algumas espécies e o brilho apresentado por milhares de gotículas, fazem deste sistema de armadilhagem um dos mais eficazes na captura de insectos.
    Quando um animal fica preso na mucilagem , ao debater-se, fica cada vez mais enredado nela, desencadeando-se assim a secreção das enzimas, que atacam e dissolvem as partes moles e até mesmo o exoesqueleto, enfim todo a presa é digerida, tornando-se deste modo assimilável.



    ASPIRAÇÃO-POLYPOMPHOLYX E UTRICULARIA

    Estes géneros possuem armadilhas extraordinariamente elaboradas e capturam, por aspiração, pequenos animais presentes nos diferentes meios onde estas plantas habitam.
    As raízes, ou parte delas estão transformadas num minúsculo odre, a utricula, que tem a abertura tapada por uma tampa membranosa provida de pêlos sensitivos. Quando um animal toca nestes pêlos, desencadeia-se um mecanismo que leva á aspiração da água em contacto com a tampa da vesícula a qual, em resultado da sua fisiologia especial, se encontra sujeita a um pequeno vácuo. A água entra repentinamente, forçando a tampa, arrastando com ela os pequenos animais.
    A tampa volta á posição inicial, impedindo a saída das presas que neste caso são, em geral pequenos vermes, como os do "fungus gnat", copépodes e outros crustáceos. A seguir, esvazia-se o excesso de água entrada na utricula, de modo a apróximarem-se as respectivas paredes, cumprimindo as presas de encontro às células glândulares, que de imediato iniciam a secreção das enzimas digestivas, acabando os animais por serem dissolvidos e assimilados pela planta.



    URNA/ASCÍDEA-CEPHALOTUS, DARLINGTONIA, HELIAMPHORA, NEPENTHES, SARRACENIA, BROCCHINIA E CATOPSIS

    São armadilhas passivas, sem movimento, que resultam da transformação das folhas ou parte delas.
    Em algumas espécies desenvolve-se por cima da estrutura em vaso, uma tampa, o opérculo.
    As presas são atraídas pelas cores vivas destas armadilhas, bem como por glândulas nectaríferas, localizadas na abertura da urna- peristômio ou rebordo e no óperculo.
    A superfície interna apresenta pêlos dirigidos para baixo e frequentemente, secreções cerosas e escorregadias que facilitam o deslizar das presas para dentro e impedem a sua saída. As presas caiem e são digeridas no líquido contido no fundo do receptáculo.
    Este tipo de urnas pode também dar abrigo a certos insectos que aproveitam este "perigoso" habitat para aí depositarem os respectivos ovos.
    É o caso de certas borboletas nocturnas, cujos ovos eclodem nestes meios e originam larvas que, depois de se alimentarem com os restos de outros insectos, acabam por perfurar a urna, completando-se a metamorfose no exterior.
    Também as aranhas aproveitam este tipo de esconderijo para melhor surpreenderem as suas vítimas.


    Última edição por Nélio em Ter Fev 09, 2010 4:46 pm, editado 21 vez(es)
    avatar
    Diamantino
    Moderador
    Moderador

    Espécie favorita : Família Droseraceae / Drosophyllaceae / Sarraceniaceae / Cephalotaceae
    Mensagens : 1616
    Data de inscrição : 07/08/2009
    Idade : 31
    Localização : Porto-Portugal

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por Diamantino em Qui Fev 04, 2010 11:29 pm

    Boa descrição do processo que ocorre nas Dioneias.
    Gostei também de teres colocado algumas palavras chave a negrito, ajuda sempre numa maior compreensão.
    A única coisa que acrescentava era mesmo no inicio da explicação do processo, algo do tipo - ''No caso da Dionaea'', isto porque também tinhas dado o exemplo da Aldrovanda.
    avatar
    Northon Bruno
    Membro Intermédio
    Membro Intermédio

    Espécie favorita : Drosera
    Mensagens : 297
    Data de inscrição : 26/10/2009
    Idade : 33
    Localização : Belo Horizonte

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por Northon Bruno em Sex Fev 05, 2010 8:00 am

    Já explica a estrategia de evolução das plantas, e os mecanismos de captura e digestão... muito legal mesmo...
    avatar
    Nélio
    Especialista em Sarracenia
    Especialista em Sarracenia

    Espécie favorita : Sarracenia leucophylla
    Mensagens : 932
    Data de inscrição : 08/08/2009
    Idade : 51
    Localização : Funchal

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por Nélio em Sex Fev 05, 2010 3:14 pm

    Muito obrigado Diamantino, muito bem visto.
    avatar
    Ricardo Miranda
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 1641
    Data de inscrição : 22/05/2009
    Idade : 33
    Localização : Porto - Viana do Castelo

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por Ricardo Miranda em Sex Fev 05, 2010 3:31 pm

    Estou ansioso para ver tudo feito! hummm Costêlo... sempre a aprender!!!
    avatar
    Cédric Pereira
    Administrador
    Administrador

    Espécie favorita : Drosophyllum lusitanicum
    Mensagens : 2254
    Data de inscrição : 23/07/2008
    Idade : 29
    Localização : Leiria/Évora

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por Cédric Pereira em Sab Fev 06, 2010 2:55 am

    Parabens Nelio... Tas a ir muito bem... Sim tb tou curioso para ver isto completo e poder aprender muita coisa...
    avatar
    Henrique C.
    Membro Junior
    Membro Junior

    Mensagens : 196
    Data de inscrição : 29/01/2010
    Idade : 11
    Localização : Porto-Portugal

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por Henrique C. em Sab Fev 06, 2010 6:47 pm

    Bom trabalho! Muito claro e bem explicadado!
    avatar
    CAMAL3AO
    Moderador
    Moderador

    Espécie favorita : Sarracenia, heliamphora, Darlingtonia
    Mensagens : 1486
    Data de inscrição : 31/01/2010
    Idade : 36
    Localização : Algés

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por CAMAL3AO em Dom Fev 07, 2010 6:41 am

    Eu vo lendo, mas ansioso pelo resultado final Wink
    avatar
    Nélio
    Especialista em Sarracenia
    Especialista em Sarracenia

    Espécie favorita : Sarracenia leucophylla
    Mensagens : 932
    Data de inscrição : 08/08/2009
    Idade : 51
    Localização : Funchal

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por Nélio em Ter Fev 09, 2010 4:47 pm

    já está terminado
    avatar
    Ricardo Miranda
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 1641
    Data de inscrição : 22/05/2009
    Idade : 33
    Localização : Porto - Viana do Castelo

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por Ricardo Miranda em Ter Fev 09, 2010 4:55 pm

    Óptimo documento! Sem dúvida esclarecedor, com os termos em português, importante texto no vazio literário que existe sobre as plantas carnívoras!
    avatar
    Hugo Rodrigues
    Membro Profissional
    Membro Profissional

    Espécie favorita : Nepenthes
    Mensagens : 990
    Data de inscrição : 20/07/2009
    Idade : 62
    Localização : Porto

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por Hugo Rodrigues em Ter Fev 09, 2010 5:02 pm

    Mt bom Very Happy fantastico trabalho Nélio, mt bom msm
    avatar
    Henrique C.
    Membro Junior
    Membro Junior

    Mensagens : 196
    Data de inscrição : 29/01/2010
    Idade : 11
    Localização : Porto-Portugal

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por Henrique C. em Ter Fev 09, 2010 5:21 pm

    Muito obrigado nélio por este magnifico trabalho!!

    Foi uma grande oferta para a comunidade sem duvida!
    Esta comunidade cada dia lhe deve mais Smile


    um abraço
    avatar
    Diamantino
    Moderador
    Moderador

    Espécie favorita : Família Droseraceae / Drosophyllaceae / Sarraceniaceae / Cephalotaceae
    Mensagens : 1616
    Data de inscrição : 07/08/2009
    Idade : 31
    Localização : Porto-Portugal

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por Diamantino em Ter Fev 09, 2010 11:39 pm

    Meus parabéns e agradecimentos por um trabalho tão fantástico que realizas-te Nélio. Very Happy
    avatar
    Cédric Pereira
    Administrador
    Administrador

    Espécie favorita : Drosophyllum lusitanicum
    Mensagens : 2254
    Data de inscrição : 23/07/2008
    Idade : 29
    Localização : Leiria/Évora

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por Cédric Pereira em Qua Fev 10, 2010 9:11 am

    Mt obrigado Nélio... E mts parabens pelo teu optimo trabalho... Estes textos cheios de sabedoria sao muito uteis para a comunidade e para os verdadeiros interessados nestas plantinhas magicas Very Happy
    Mais uma vez parabens!!!

    Cumprimentos...
    Cédric Pereira
    avatar
    D!n!s
    Membro Intermédio
    Membro Intermédio

    Espécie favorita : Drosera capensis & Nephentes
    Mensagens : 312
    Data de inscrição : 27/11/2009
    Idade : 27
    Localização : Leiria / Almada

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por D!n!s em Qua Fev 10, 2010 9:31 am

    Muito obrigado por estes fantasticos textos Smile
    avatar
    CAMAL3AO
    Moderador
    Moderador

    Espécie favorita : Sarracenia, heliamphora, Darlingtonia
    Mensagens : 1486
    Data de inscrição : 31/01/2010
    Idade : 36
    Localização : Algés

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por CAMAL3AO em Qua Fev 10, 2010 4:53 pm

    Bom material Nélio Smile é sempre dificil encontrar boa informação, e esta é muito boa, pois dá um panorama geral do mecanismo utilizado por estas plantas k nao se cansam de nos surpreender Smile

    Conteúdo patrocinado

    Re: IDENTIFICAÇÃO DOS DIFERENTES MEIOS DE ARMADILHAGEM UTILIZADOS PELAS PLANTAS CARNÍVORAS PARA CAPTURAREM AS SUAS PRESAS-

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Set 23, 2018 4:49 am